Paz Quântica

.
Quânticas vezes uni verso
Pois ia poesia se formando
Do meu universo adverso
Via láctea me via viajando
.
Quantas vezes nesta viagem
Ri, mas rimas é para seu riso
E colóquio nas mãos piegas
Sorry, mas estou no paraíso
.
E Deus em cântico quântico
Soprano soprando no ouvido
Me inspira paz capaz de fluir
E rimar calando os alaridos

Você pode gostar...

6 Resultados

  1. Tu és bom no trocadilho e na rima.

  2. kkkkkkkk Gosto de brincar com as palavras e tirar o máximo de significados possíveis… obrigado Marcos pela leitura e comentário ! Abraços

  3. Dulce Morais disse:

    Quântica ou não, ela transparece em cada verso 🙂
    Abraço, Sandro!

  4. Obrigado pela leitura e comentário Dulce ! Que bom que transparece… outro abraço para ti minha amiga !

  5. Marcia disse:

    Quan ticas paz nas suas paz lavras.:)

  6. Obrigado pela visita e comentário Marcia… abraços !

Seu comentário é sempre bem-vindo, Amigo... obrigado !

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: