Simonu

.

          Faz muitos anos que acordo por volta das 03h00. Pesquisei sobre o assunto, achei diversas explicações e algumas teorias um tanto absurdas. Ao abrir os olhos, quase sempre sinto uma gratidão imensa, mas tem vezes que sinto um amor tão grande, tão imenso, que não cabe em mim e é lançado para o universo. Para onde vai sinceramente não sei. Quase sempre é assim. Depois disto sou tomado por uma paz celestial e a alegria é inevitável.

           Na madrugada de quinta para sexta, não foi diferente e deixei a seguinte mensagem na forma de poesia no status do whatsapp:

Ninguém é melhor que ninguém,

Definitivamente põe isto na cabeça.

Quem caiu pode se levantar,

Não há mal que permaneça.

Aprenda a abençoar o próximo,

A desejar o bem para o irmão.

Tente ser mais compreensivo,

Feliz daquele que tem compaixão.

Vista-se de gentileza,

Põe um sorriso bonito no rosto.

Respeite sempre os mais velhos

E não desampare os mais moços.

Não desista dos teus sonhos,

Eles são teus e de mais ninguém.

Dê graças a cada refeição

Que muita gente no mundo não tem.

Descruze os braços e arregace as mangas,

*O bom mineiro não perde o trem.

Quem dá um pouco a quem muito precisa,

Sabe o valor de fazer o bem.

*Sextou, minha gente de Deus,

Ou vão se levantar só ano que vem?

(Sandro Ernesto 11/12/2020)

          Depois deste ritual, sinto-me apto para trabalhar e enfrentar qualquer intempérie que por acaso a vida me trouxer. Na maioria das vezes a vida me traz belíssimas surpresas, assim como a que recebi de Simonu. Meu amigo Simonu fez um comentário no qual fazia agradecimentos por eu estar acompanhando seu Blog LES CHOSES DE LA VIE. Até aí tudo bem. São coisas da vida. Minha felicidade entrou em ebulição, quando de repente me deparo com uma postagem feita em seu blog intitulada “PANOGRAFIAS, PANOGRAZIAS”. É lógico que me lambuzei de gratidão e de alegria, feito uma criança diante um sorvete. Talvez seja o universo me mostrando para onde vai todo aquele amor que sinto ao acordar. Com certeza deve cair feito raio em algum local e quer um lugar melhor do que a Córsega?!

Ao meu querido amigo Simon Dominati:

  • Realmente sentia alegria e sorria ao lhe responder.
  • Toda confusão gerada acerca do nome “Panografia” me causa risos. Como expliquei e não canso de repetir, é apenas um nome que dei para minha pequena confecção de camisetas a mais de 20 anos atrás. Não há uma tradução correta. Apenas associei “PANO”= tecido, malha, roupa + “GRAFIA”= Representação escrita, letra, palavra. A técnica de “Silk Screen” em português passou a se chamar Serigrafia.
  • Tenho o tradutor no blog (deixei-o mais visível). Vá à página principal, escolha o idioma e todo o conteúdo aparecerá traduzido. Assim como Panografia, lógico que haverá palavras que não terão tradução correta, mas dá para se ter uma ideia do contexto.
  • Também fico fascinado com a ideia de cruzar os oceanos na tela para colocar algumas palavras em países distantes. São as maravilhas da tecnologia, tão necessária nos dias atuais.

          “Meu querido amigo Simon Dominati”… Antes de seguir algum blog estrangeiro, faço uso do tradutor para conhecer um pouco mais da essência do titular do blog. No caso do LES CHOSES DE LA VIE não precisei necessariamente fazer uso deste recurso. As fotos às vezes falam mais da alma do fotógrafo que as palavras propriamente ditas. Qualquer um que capta a imagem de uma pequena flor, fruto ou um passarinho na sua informalidade diante a natureza, está credenciado a ser chamado de “Querido Amigo”. A sensibilidade impressa a cada foto, diz mais a respeito de você do que o próprio instante capturado. Nós leitores e amigos desta grande rede por muitos chamada de “Blogosfera” é que somos agraciados por todas as suas postagens. Gratidão é a palavra chave. Obrigado por existir. Obrigado por compartilhar. Obrigado por todo carinho e generosidade. Aproveito o momento para deixar meus votos natalinos. Que seu Natal seja abençoado, com muita alegria, paz e prosperidade para você e toda sua família! Um forte abraço,

Com todo carinho, do amigo brasileiro,

Sandro Ernesto 13/12/2020

Ps: Vou deixar o texto em português para que veja como é fácil usar os recursos do tradutor.

* O bom mineiro não perde o trem: expressão regional; os nascidos no estado Minas Gerais localizado na região Sudeste do Brasil são chamados de mineiros.

*Sextou é uma gíria brasileira utilizada na internet para falar sobre a chegada da sexta-feira.

Você pode gostar...

25 Resultados

  1. Anônimo disse:

    Poema singelo e tocante. Li hoje que nos últimos dias está acontecendo remanejamento de energias no universo e que coisas não usuais podem ter lugar até o dia 21, quando o conjunto energético do universo vai adequar a terra ao sistema chamado 5d. Talvez, acordar durante a noite – uma das ocorrências citadas no texto que li -, seja sinal disso! Boa semana! Abraço

    • panografias disse:

      Meu caro amigo Foureaux… li algo sobre este remanejamento de energias no universo. Li também outro dia, a Odonir falar sobre o assunto em seu blog. Sinceramente não sei o porquê, mas acredito sim, que esteja relacionado ao campo energético em que estamos alinhado. Acho que no fundo estamos todos interconectados. Obrigado pela leitura e comentário meu querido. Que sua semana seja abençoada e produtiva! Um forte abraço

  2. Bia Perez disse:

    Adorei sua poesia. Eu estou acordando às 4:00. Pra quem sempre dormia até 10hs sempre… é estranho. Dizem que é normal quando envelhecemos. Será? Abraços

    • panografias disse:

      Geralmente acordo sempre no mesmo horário, independente das horas de sono, Bia. Sinto uma vibração muito gostosa, uma espécie de troca de energia. Normal ou não, não sei… só sei que me faz bem. Fico feliz que tenha gostado da poesia, minha querida amiga! Obrigado sempre pela visita e comentário… que sua semana seja iluminada! Beijo no coração

    • Bia Perez disse:

      Adore visitar vc. Pra mim acordar bem bem cedinho é novidade. Sinto-me super bem disposta e tranquila. Dizem que os velhos dormem menos, estou começando a achar que sim . Abraços

    • panografias disse:

      Também adorei sua visita Bia… você é sempre bem-vinda! Não acho que os velhos dormem menos, acho que eles dormem cedo… ops, espera aí… por um acaso você está insinuando que estou velho?! kkkkkkk Outro abraço!

  3. Odonir Oliveira disse:

    Muito bacana. Fiz uma homenagem hoje a todos os poetas blogueiros também. Talvez você não tenha lido. Abraços rimados na nuvem, blogueiros.

    • panografias disse:

      Acredito que fui o primeiro a ler e assim como você, reli mais de uma vez, Odonir. Me senti acolhido com as palavras generosas cheias de humanidade. Ouvindo “Prana”, recebi esta homenagem como uma oração. Até ensaiei um comentário, mas acabei sendo conduzido pela vibe de seus pensamentos. Gratidão minha querida amiga, agora e sempre… que seu dias sejam iluminados! Beijo no coração

    • Odonir Oliveira disse:

      Que bom que leu.

  4. Rodrigo Meyer disse:

    Excelente, Sandro. Feliz de ver você chegando em tanto canto. Também fico assim feliz quando pessoas de outros países cruzam comigo. Fiquei ainda mais satisfeito nesse seu texto, pelas explicações ao final. Já pode começar na atividade de guia turístico pros gringos da internet. rsrs Ensina pra eles que Minas Gerais é praticamente um país. rsrs

    • panografias disse:

      Rodrigo… Fiquei realmente muito muito feliz e surpreso com a postagem do Simon Dominati. Só então me atentei que, assim como ele também tinha minhas limitações. Desconhecemos o idioma, as tradições locais, as belezas naturais onde residem nossos leitores, mas… com gentileza e respeito podemos interagimos. Quanto as explicações, sempre achei que fosse difícil uma tradução lógica dos meus poemas por abusar demais das figuras de linguagem, principalmente da aliteração e paranomásia. Curiosamente não foi o caso deste poema, mas carecia mesmo assim de explicação. Minas Gerais realmente é muito maior do que o Rio de janeiro, só não é banhada pelo mar rsrsrsrs. Acho que tenho mais que aprender com eles do que ensinar. Estou feliz também com toda evolução e interações no seu blog meu caro amigo! Pode ter certeza de que estou atento. Obrigado sempre meu querido amigo pelas palavras de força e amizade! Um forte abraço

    • Rodrigo Meyer disse:

      Realmente, quanto mais profunda é uma poesia pra dentro do idioma nativo, mais difícil é de chegar ao entendimento pleno de estrangeiros. Muita gente aprende novos idiomas nessa intenção de ler livros no idioma original, porque as traduções pro resto do mundo costumam ficar muito à desejar. Mas, mesmo assim, é bom cruzar com leitores de diferentes países, porque, mesmo que não absorvam completamente o significado que é tão próprio de cada lugar e cultura, podem se aproximar das pessoas, das ideias, dos valores.

      Sobre Minas Gerais, embora não tenha mar, tá cheio de cachoeiras pra compensar. Quem precisa de mar quando se tem tanta montanha? Quando viajava pra MG, tinha a impressão de estar em outro planeta, porque o horizonte nunca acabava. Era como estar num planeta vazio. Um dia a NASA descobriu que existiam casas em Minas Gerais também. Estava bem escondidas. rsrs

    • panografias disse:

      kkkkkkk ainda mais que mineiro sempre tem um pé de qualquer “trem” plantado no quintal de casa kkkkk É mangueira, abacateiro, jabuticaba… o que ajuda bem a camuflar as casas kkkkk

    • Rodrigo Meyer disse:

      Pra cada 10 mil quilômetros de campos, vales e montanhas, uma casa atrás da pedra, debaixo da sombra da árvore, pra vigiar se os passarinhos não tão roubando fruta demais. rsrs

    • panografias disse:

      Exagerou um pouco mas é mais ou menos isto kkkkkkk

    • Rodrigo Meyer disse:

      rsrsrs Em São Paulo, a cada passo bate o nariz num prédio. Pra ver o céu tem que procurar foto na internet. rsrs Gostava de subir nas pedras e penhascos de São Thomé das Letras pra ver a extensão infinita ao redor. Pelo que li nos últimos anos, já não está tão interessante como era há uns 10 ou 20 anos atrás. Tenho vontade de voltar a viajar pra lugares aleatórios, mas meu carro viajou tanto que tá tossindo sangue. kkkk Melhor eu me aquietar e esperar por outras opções futuras.

    • panografias disse:

      São Thomé das Letras continua top… em breve voltará as excursões!

  5. Gabriela disse:

    Que legal, Sandro! O universo do WordPress nos permite ir tão longe e encontrar pessoas que nos encantam ao redor de todo o globo. Acho isso sensacional!
    Sua poesia, um mantra para repetirmos todos os dias. Adorei 🙂
    Beijos, querido ❤️

    • panografias disse:

      Recebi como um presente, todo o carinho e generosidade com que meu amigo Simon Dominati dedicou a postagem, Gabriela. Acho que ao visitar o blog “Les choses de la vie” verás que tenho razão. Quanto a poesia… cito aqui um trecho de minha música “No meu quintal”: “… escrevo o que transborda meu coração”. Acho que é mantra meu, sim. Eu adorei sua visita e amei seu comentário… você é uma menina iluminada! Que seu fim de semana seja abençoado! Beijo no coração

    • Gabriela disse:

      Eu o visitei, realmente uma pessoa sensível!
      Muito obrigada, querido!!
      O seu também, beijos ❤️

  6. Ouvi dizer que esse amor aí emanado nas madrugadas está passeando nas bandas da Alemanha também.

    • panografias disse:

      No meu enunciado que humildemente chamei de “Lei do Amor Universal”, digo : “O amor atrai o amor, na razão direta do produto das massas e inversa ao quadrado da distância”. Algum invejoso vai dizer que plagiei um tal de Isaac que teve um insight durante suas bebedeiras num boteco aqui perto de casa, mas juro que é puro recalque, minha querida amiga! Por estas e outras, ele somente está passeando nas bandas da Alemanha porque é atraído por um outro de força maior. Vou dizer que “gosto demais de você” porque se disser que “te amo”, acabo levando uma surra kkkkkkkk. Que seu fim de semana seja iluminado… beijo no coração!

Seu comentário é sempre bem-vindo, Amigo... obrigado !

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: