Narcisismo

Narcisismo
.

Sempre quando afasto-me de mim

Longe de mim não me vejo em nada

Uma semente cósmica no universo

Uma mente que não está estagnada

.

Fora de mim na escuridão do vazio

Pela luz do amor deixo-me iluminar

Quando a semente está a germinar

Precisa de ambiente em paz e sadio

.

Bendigo quando afasto-me de mim

Viajo numa peregrinação espiritual

Vejo o quanto ainda sou pequenino

De livre-arbítrio entre bem e o mal

.

E quando eu me aproximo de mim

Já estou provido de mais compaixão

Cúmplice do amor pela notoriedade

Apaixonado por todos em evolução

.

Autor: Sandro Ernesto 21/05/2013

Você pode gostar...

Seu comentário é sempre bem-vindo, Amigo... obrigado !

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: