Rolezinho Político


E em cada pé cada pecado
pó de moleque não perdoa,
o que Deus teria perdoado.
Se errou não é mais o mano,
desumana lei do desvairado.
Em tribunal que jaz a justiça,
dever é de ver réu liquidado.
.
Guri aos treze tem uma doze,
de boca na boca fica calado.
E ali cerceia o nosso alicerce,
país de Alice que foi aliciado.
Ostenta ações no instagram,
as tentações dos estragados.
Dezoito é prazo de validade,
que para o além é traficado.
.
E pecado é cada consciência,
com ciência de estar errado.
Por cada lama no congresso,
por cada limo sob o senado,
e sem tráficos de influências,
neste ano pede o eleitorado:
que políticos deem rolezinho
nas favelas dos desesperados.

Você pode gostar...

Seu comentário é sempre bem-vindo, Amigo... obrigado !

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: