Iniciação

Iniciação
.
De fato era a primeira vez do gajo
Não tinha nem dezoito, nem idade
Mas naquele alcoice a maioridade
O tamanho da cifra era documento
.
A putinha tão jovem vendo-o afoito
De olho no volume da dita no bolso
Permite por vezes errar os buracos
Deixa-o sentir a magnitude do gozo
.
Com um sorrisinho agora nos lábios
O gajo se achava o sábio dos sábios
Pensava consigo: agora sou homem!
.
E a putinha de exaustão fez ensaio
Conta às pratas pensando com escárnio
Mais um que cospe no prato que come!
.
Autor : Sandro Ernesto 05/04/2013

Você pode gostar...

Seu comentário é sempre bem-vindo, Amigo... obrigado !

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: