Sociedade

Sociedade
Só se…
Só se é idade das pedras,
das trevas e das travas.
Sociedade dos podres,
dos craques e das clavas.
Só se é idade média,
da mídia medíocre e imediata.
Sociedade pagã,
pagando de primeiro mundo para os aristocratas.
.
Só se é ligth travadas,
com trevos e com trovas.
Só se é leite o café,
do reforço antes da escola
Socialite por amor,
do militante meliante às provas.
Só se é…
Cavalos de Tróia sem trégua,
que não se entregam facilmente.
Infiltram em manifestações legítimas,
contaminam até os inocentes.
E eu no Brasil em brasa,
declínio uma poesia,
para a sociedade temperada,
com hipoclorito de hipocrisia.
.
Das travas às trevas , dos trevos às trovas…
Eu cego, sigo a saga dos sanguessugas,
de nossa sociedade.
Só se é idade nossa.

Autor : Sandro Ernesto 22/07/2014

Você pode gostar...

6 Resultados

  1. Um Poema excepcional, um poema de intervenção, a despertar consciências, achei curioso o facto de não ter comentários? Quem sabe por este poema abrir feridas encobertas? não sou Brasileiro, nem conheço a fundo a realidade sociológica do brasil, mas este poema é universal transversal a muitas das sociedade europeias! Parabéns…

    • panografias disse:

      Obrigado meu querido Alberto… realmente é uma poema de intervenção. Foi postado originalmente no blog coletivo “Pense Fora da Caixa”, hoje extinto, e mesmo lá não recebeu muitos comentários. Disseste bem meu caro… é um poema que abre as feridas encobertas. Continua ainda atual, apesar de ter sido escrita a mais tempo. Novamente agradeço sua visita e comentário… um grande abraço!

  2. Maria Vitoria disse:

    Um poema envolvente e cheio de guerrilha. Linhas fortes com verdades severas. Realmente é um excelente poema. Tão atual e mortífero como nunca.

    • panografias disse:

      Olá minha querida amiga… é um grande prazer receber sua visita e comentário aqui. Então… toda vez que leio este poema me vem a cabeça o refrão do Cazuza: “… eu vejo o futuro repetir o passado”. Este poema é um grito de liberdade, um dedo na ferida exposta. Obrigado Maria Vitoria pelas palavras… tenha um fim de semana abençoado. Beijo no coração!

  3. Juliana Correia disse:

    Brilhante o jogo de palavras, brilhante como o tratou a plutocracia que é, ainda, tão forte em nosso país. Grata por compartilhar sua arte!

    • panografias disse:

      Olá Juliana Correia… primeiramente deixo meu agradecimento pela visita e comentário aqui. Acredito que neste nosso país temos mais sanguessugas do imaginávamos. É necessários estar atentos. Obrigado pelas palavras minha querida amiga… beijo no coração!

Seu comentário é sempre bem-vindo, Amigo... obrigado !

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: