Vende-se conselhos





Você pretende ter filhos?! Este conselho vai sair por uma bagatela de apenas 2.000 dólares. Já creditou na minha conta bancária e validou o pagamento ? Ok… aqui vai: AME-OS! Simples assim. Ame-os desde a hora do gozo prazeroso, da gestação (  e beije e converse muito com a barriga ) até a grande hora em que você é condecorado com o título máximo de “ PAI “. Ame-os. Ame-os nas trocas de fraldas, nos primeiros passos, nos primeiros balbucios ( que você jura de pés juntos ter sido “ Papai “ )… porque nunca mais vai sair de sua memória e como uma droga vai te deixar extasiado só de acionar estas lembranças. Ame-os. Ame-os para sempre!

          Era engraçado ouvi-los ensaiar a música que iriam cantar para mim no “Dia dos Pais” num tom tão alto, em seus momentos de banho. Esta cena repetiu a semana toda e próximo à chegada do dia, a entonação de suas vozes também eram mais forte. A inocência não se continha com o tamanho da surpresa. Não sabiam, mas fizeram escorrer lágrimas de meus olhos por várias vezes.E quem disse que homem não chora?! O diacho é que, a direção da escolinha havia marcado a festinha em plena manhã de sexta-feira. Às nove horas para ser mais preciso. Qual o pai poderia ausentar do serviço para estar presente naquela comemoração? Esta dúvida me perseguia e o fato de estar trabalhando na estamparia até altas horas da noite, me dava certeza absoluta de que àquelas horas preciosas seriam compensadas por meu esforço. Doce engano. _ Você não vai chegar atrasado ao serviço por causa de festinhas de crianças, não é Sandro? E foi ao fazerem esta pergunta idiota que me demiti e, cheguei a tempo de assistir a apresentação.
          As crianças estavam acabrunhadas no palco com a ausência de seus pais, inclusive os meus filhos que, ainda não haviam visto chegar.  Posicionei-me atrás das mães, balançando os braços para que minha presença fosse notada. Bendito fruto entre as mulheres, literalmente. E foi nesta hora que vi seus rostinhos levantarem. O brilho dos olhos foi tão intenso, que nem reis e rainhas viram em suas saudações de fogos de artifícios. O sorriso estampado em suas faces foi tão marcante quanto à voz que sobressaiam as de seus coleguinhas, e neste momento tive uma certeza: Eu era o pai mais feliz do mundo. Eles cresceram e houve outros tantos momentos que não pude estar presente, mas este “Dia dos Pais” era meu. Meu dia. Ahhhh querem saber do emprego?! Comecei a trabalhar por conta própria e com isto pude estar mais tempo com eles, afinal de contas… o que seria de nossas vidas sem estes pestinhas ?!

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. kkkkkk é verdade seria vida vazia kkkk

Seu comentário é sempre bem-vindo, Amigo... obrigado !

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: