Rever o “ON” 2016

Rever o On 216
              Nu.  Se a cor amarela atrai prosperidade e o branco à paz, se o vermelho atrai o amor e o verde à esperança, então… minha nudez o que atrairia ?!!
              À véspera do réveillon, o sítio que passaríamos o último dia do ano, fora saqueado e tudo que não puderam levar, fora depredado. Vandalismo explícito, meu caro Watson! E eu, que amo estar dentro d’agua, me via naquele momento no seco. A piscina do sítio que antes era só água límpida, agora era também um depósito de taças e garrafas quebradas dentre outras coisas. A árvore de Natal afogou feio juntamente com o boneco de Papai Noel que por sorte, havia cumprido o seu papel antes, no teatro natalino que fora escalado. Por este motivo, a turma dispersou para outros destinos. Com o pouco dinheiro que sobrara, eu não chegaria ao mar de lamas de Mariana. Muito menos ao mar cristalino de Saquarema, de que tanto via minhas amigas vangloriar nas redes sociais. Pensava comigo que, o próximo governo que anunciasse a transposição do mar até Minas Gerais, teria meu apoio incondicional ( Ohhh Invejinha mais besta, sô !!! ).
              Como todo final de ano… foi um “salve-se quem puder”. Vi o alvoroço da escolha das cores das vestimentas e depois, cada um tomar o destino que suas carteiras lhes proporcionaram. Recusei algumas propostas até me ver sozinho em casa e, já que não podia pular na piscina e nem sete ondinhas… pulei as outras simpatias também. Nada de Lentilha, romã, uva ou folha de louro na carteira. A possiblidade de fazer as coisas diferentes, fez com que eu fizesse justamente o que fazia todo dia, e a única cor que vesti nos últimos minutos de 2015, foi a cor da minha pele. Debaixo do chuveiro frio me refresquei do calor do verão, sob o som de uma guitarra imaginária e dos fogos de artifícios que estouravam aos primeiros minutos de 2016. No cabelo uma imitação de penteado punk feito de shampoo…  soltei a voz naquela música que me perseguia desde cedo: *pelado , peladoooo… nu com a mão no bolsooooo ! Uma promessa certa de que certas coisas continuarão as mesmas, assim como meu banho e minha aptidão para ler certos pensamentos do tipo: ” Daria tudo para ver esta cena… “. Literalmente entrei o ano de corpo e alma lavada e só me resta agora 364 dias para descobrir qual a sorte que a cor da minha pele trará. E Qual é a cor da minha pele ?!!  Hummm… Cor de vida!!
E é muita vida, muito amor, saúde e paz que desejo à todos…
Feliz 2016  !

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. Dulce disse:

    Feliz 2016, Sandro!
    Que seja o ano de renovar tudo! 🙂
    Um grande abraço!

Seu comentário é sempre bem-vindo, Amigo... obrigado !

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: