Quem caixa, acha

.

Caixa preta, caixa dois
Quero ver o que vem depois
Vem pra caixa você tão bem
Não há sena para ninguém
Não há cena para ninguém
Não acena para ninguém
.
São caixinhas de surpresa
São pensões fora do caixa
Vem pra taxa você também
Não há sono para ninguém
Não há sina para ninguém
Não assina para ninguém
.
Fora da caixa de pandora
A esperança espera agora
Vem dar queixa você também
Não há soma para ninguém
Não assuma para ninguém
Não há sêmen para ninguém

.

Autor: Sandro Panografia 22/12/2016

Você pode gostar...

Seu comentário é sempre bem-vindo, Amigo... obrigado !

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: