Poetisa

Poetisa

 .

Amo-te…
Oh criatura de Deus
Simplesmente te amo
Pelo rímel dos olhos teus
.
Fascina-me a expressão de tua face
Facilmente se lê no teu perfil
Enlouquece-me o teu sorriso
Um convite a ser um ser gentil
.
Amo-te talvez por bobagem
Se é que é bobagem o amor
E amo sem mesmo conhecer
A forma de podar o teu pudor
.
Amo o nu que pincela tua alma
O teu posar de letras na cama
Ritual de oferenda do teu amor
Que leio nos versos em chama
.
Amo-te…
Oh criatura de Deus
Amo-te simplesmente
Pelos versos que já não são teus
Autor: Sandro Ernesto 28/07/2013

 

Você pode gostar...

5 Resultados

  1. Obrigado pela visita Fabiana… abraços !

Seu comentário é sempre bem-vindo, Amigo... obrigado !

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: