Madiba

 Madiba
.
Chora a moça de Moçambique
A lágrima da Somália é somada
Chora perda a preta de Pretória
Pois o bravo guerreiro fez história
O pranto apronta a África enlutada
.
Lá deu adeus o povo à Mandela
Em lamento despede do seu eleito
Não-é-o-som que parte de alegria
Pois Aparthaid ainda hoje em dia
Disfarça com nome de preconceito
.
Oh,  África que deu vida a Madiba
Em um parto de fome de esperança
Aparta de seu filho toda crueldade
Aparthaid nunca para humanidade
Receba seu filho em suas entranhas
.
Autor : Sandro Ernesto 15/12/2013

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. Daniel Andre disse:

    Boa tarde ilustre amigo, espero que tudo esteja bem contigo e sua família.
    Já dizia Nelson Mandela: Uma boa cabeça e um bom coração formam sempre uma combinação formidável. Com base nesse pensamento, te parabenizo mais uma vez, por essa obra poética em homenagem a essa grande homem. Mandela fará falta por que embora possa nos inspirar, sua presença física era o símbolo de uma trajetória moldada na perseverança e tolerância com seus opressores. Parabéns, sempre querido !

    Dan.
    http://gagopoetico.blogspot.com.br/

  2. Olá meu amigo Daniel … graças a Deus esta tudo bem sim e espero encontra-lo com o maior vigor. Eu creio que um homem não morre nunca, quando ele é digno e corajoso o suficiente para tomar a palavra em nome dos oprimidos, mesmo que isto lhe custe a vida… e este Personagem histórico não podia passar batido. Obrigado pela visita e comentário sempre tão gentil meu amigo ! Abraços

Seu comentário é sempre bem-vindo, Amigo... obrigado !

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: