Filhos

 Flhos
.
Ao longo dos anos vividos
que nem tão longo mais parece,
 lembro-me dos dias mais importantes
que a gente jamais esquece.
.
Lembro-me de quando nasceram,
e até as primeiras febres.
Lembro-me dos primeiros passos,
dados na casa em alicerce.
.
E Deus sempre gentil para comigo,
( dá mais que a gente merece )
 Deu-me filhos tão maravilhosos,
cada um com a sua prece.
.
Não tenho preferência por nenhum,
todos no mesmo tom de pele.
Trazem consigo a genética do amor
que tanto Jesus se refere.
 .
E eu de madrugada oro agradecido.
Que mais um homem carece?
Peço a Deus que abençoe meus filhos,
neste silêncio que emudece-me.
.
Que tenham sabedoria e humildade
e fé em Deus que Ele sempre aparece.
Por Michele, Leonardo, Priscilla, Renan e Ícaro
Seu pai ao Pai sempre agradece.
.
Autor : Sandro Ernesto 30/03/2013

 

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. Ler seus poemas é um deleite pra alma!Amei!

    • panografias disse:

      Este é um poema de acalanto e gratidão minha amiga. Aquele momento nas noites em que você adentra o quarto de seu coração para cobrir seus filhos com o cobertor da oração! Agradeço a você pelo carinho minha amiga… um beijo no coração!

Seu comentário é sempre bem-vindo, Amigo... obrigado !

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: