Discurso de Paraninfo

Discurso de Paraninfo

            Trabalhar na portaria da escola a noite foi um aprendizado a parte. Certo dia, um aluno do 3º ano, chamou- me até a sala de aula para que fosse feito uma troca de carteira. Levou-me diretamente para a última carteira, pediu que me virasse e olhasse em direção ao quadro negro. Vi com surpresa, sem entender do que se tratava, meu nome escolhido por unanimidade na votação. O aluno revelou-me que aquilo era a escolha do Paraninfo daquela turma. A princípio fui tomado pela alegria, lisonja seguida de ceticismo. Será que fui escolhido por ironia sob forma de protesto ou coisa parecida?! Com o tempo descobri que despertava admiração naqueles alunos e que a escolha do meu nome foi um reconhecimento do meu trabalho. Mas como um simples porteiro de escola pode influenciar alunos?! Acho que um pouco de atenção e carinho já dão resultados. A escola é o termômetro dos bairros e os alunos são links diretos dos mais diversos tipos de problemas. Atenção e carinho é no mínimo transformador. Naquele ano vesti pela segunda vez um terno e com o discurso abaixo, fui aplaudido de pé por cerca de 5 minutos. Agradecido, recebi este momento como um diploma !

  “Não há palavra que descreva a emoção que sinto neste momento, mas posso dizer sem nenhuma vergonha que “amo vocês”. 

        A todos… uma boa noite !

          A escola tem por obrigação, não apenas preparar o aluno para uma futura universidade, mas também tem obrigação de formar cidadãos dignos. Homens e mulheres que por sua vez tem o direito e a obrigação de exercer a cidadania. E o que é a cidadania? Nada mais nada menos que ser e fazer o ser feliz! Aproveitando a deixa de Saint Exupery: “Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas ”… digo que vocês são responsáveis pela a alegria de muitas pessoas aqui presentes. Pessoas  que, de uma forma ou outra estiveram presentes nos momentos que marcaram as suas vidas. Pais, irmãos, namorados, colegas de sala, amigos, professores, funcionários, orientadores, diretora, vice, enfim todos… até mesmo os ausentes!

          A alegria estampada no rosto de vocês é contagiante. Valeu as horas dedicadas ao estudo que, ao contrário do que muita gente pensa, faz parte do nosso dia a dia . A matemática, a física, a química, a biologia, o português, a literatura, a geografia, a história, o inglês, a sociologia… todas estas matérias e mais algumas, estão presentes no nosso cotidiano e o que parece às vezes chato de estudar, se faz necessário sutilmente sem que percebamos, e não termina aqui.

          A verdade é que, a partir de agora vocês começam uma nova etapa e como primeira lição digo que: “vocês não tem que ser os melhores, e sim sempre fazer o melhor que puderem”. Seja no profissional, no matrimônio ou na amizade. Não contentem-se em ser os melhores mas sim, façam o seu melhor porque quando fazemos o melhor, estamos sempre em evolução. “A verdadeira ignorância não está em não saber nada, mas sim em pensar que já sabemos tudo”. Façam planos, tracem metas a partir de agora porque o futuro pertence a vocês. É chegada a hora da entrega dos diplomas e isto para muitos soa como despedida, emociona, mas não é o fim. Marquem encontros e não deixem jamais morrer a mais bela das lições: a amizade. Vivam intensamente cada minuto, cada segundo como se não houvesse amanhã, e quando chegar o amanhã, procurem sempre ser melhores do que hoje (e porque não começar por hoje mesmo a ser melhores para o amanhã?). A todos vocês… Formandos, que com dedicação, garra, horas de sono perdidas e muito estudo, fizeram mais uma página da história da Escola Estadual Dr.Alonso Marques Ferreira, desejo de todo o meu coração… do fundo de minha alma… felicidades… muitas felicidades a todos vocês …

 

Sandro Ernesto em 11/12/1999

Você pode gostar...

Seu comentário é sempre bem-vindo, Amigo... obrigado !

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: