Espelho

 Espelho
É muito duro olhar no espelho…
ver a embalagem toda amassada
ver o branco dos olhos vermelho
do encanto, não ver mais nada.
Neném que a mamãe fez com zelo
erosão do tempo marca, maltrata
cai a ficha e cai também o cabelo
[como funciona mesmo o tal viagra…?]
 
Mas olho no espelho e vejo além
do meu corpo, apenas minh’alma
sou ainda hoje a eterna criança
uma contagiante alegria me acalma.
Talvez este seja o segredo da vida
famosa lenda, ” fonte da juventude “
devemos ter a leveza na alma
[alguém tem aí uma bolinha de gude…?]
 
Algum adulto vai estar lendo agora
achando esta poesia água com açúcar
tenho problemas como todo mundo tem
vivo em família e os impostos assusta.
Mas noss’alma não envelhece nunca
temos do Pai a imagem e semelhança
só acho que podíamos nascer adulto
assim no final voltaríamos a ser criança.
 
Autor : Sandro Ernesto 10/03/2013 

Você pode gostar...

Seu comentário é sempre bem-vindo, Amigo... obrigado !

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: