Mudança

Mudança
.
Estão ausentes os monstros terríveis
Dou milho aos pombos aqui na praça
Futuro já é passado aqui no presente
E meus medos já não tem mais graça
 .
Não tenho medo de amar as pessoas
Simplesmente amo as coisas da vida
Do meu reino abdico a minha coroa
Já não acaricio mais minhas feridas
 .
Assim sigo rindo de meus absurdos
Respirando os ares desta graça divina
Mudando minhas verdades absolutas
Ouvindo Deus falando a cada esquina
 .
Carrego da vida o que é importante
Se é importante está no seu coração
Retire ervas daninhas de seu jardim
A dor é inevitável, mas sofrer é opção
 .
 
Autor: Sandro Ernesto 27/05/2013

Você pode gostar...

Seu comentário é sempre bem-vindo, Amigo... obrigado !

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: