Ghouta, a gota

Ghouta, a gota

.
E seria na Síria um sério fiasco
Al-saad soltar gases de fininho.
Será que assumiria a autoria,
Dizimar vidas do bairro vizinho  ?
.
A dor é odor que paira em Ghouta
Ainda mais com crianças dormindo
Ardência em seus olhos, ONU deles
De ré volta armados os assassinos
.
É sórdido um sírio contaminar o ar
[ pois o ar pertence a todo mundo ]
O gás que exala morte no subúrbio
Causa letargia de onde é oriundo
.
Autor: Sandro Ernesto 22/08/2013

Você pode gostar...

4 Resultados

  1. Bela resposta Sandro, aos inimigos do mundo!

  2. Me causa indignação ver tantas mortes e os governantes ficarem omissos. Obrigado Osny !

  3. Obrigado pela gentileza dos comentários Osny. Leio todas poesias que posta no seu blog e no Tubo de ensaio… estou seguindo agora !Abraços

Seu comentário é sempre bem-vindo, Amigo... obrigado !

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: