From: Aylan; to: United Nations


Qual o porquê?  O que se vê ?
O que o mundo oferece pra hoje?
O que fazer?  Eu e você?
 O que o novo de novo vemos na tv?
Ligar pra quê? Pra ver o quê?
O novo é a esperança que morreu na praia.
Chorar por quê?  Choro  porque ….  
fecharam as fronteiras para o renascer .
.
Será o quê ?  Será o quê ?  
O que o mundo inteiro pensa nesta hora ?
Vale a pena ver… de novo acontecer ?
A diáspora de um povo mundo afora ?
Diz o porquê ?  Faço o quê ?
Responda o que eu posso fazer agora.
Mudo o canal ?  Meu jeito de viver ? 
Nas não vou ficar mudo…  porque a demora ?
.
Mudar o quê?  Mundano é o quê?
Porque nos calamos?  É calamidade.
É a vez de você … É a voz de você…   
peça amor e paz para a humanidade.
Faça um verso… uma oração… 
ou uma carta à ONU de boa vontade.
O que vale é crer…  podemos  devolver…  
o  amor com pouquinho de dignidade…
.

Letra e música: Sandro Ernesto

Você pode gostar...

5 Resultados

  1. Bom Dia Sandro! Sua mensagem é clara e fantástica como sempre! Contudo, difícil crer, que o ser humano possa fazer com que a dignidade venha prevalecer.

  2. Bom dia meu caro amigo e obrigado pela visita e comentário ! Não o culpo por pensar assim Valdemir, mas o difícil não é sinônimo de impossível. Há homens que levantam barreiras e outros que ignoram-nas… acreditar é sempre o primeiro passo, não é mesmo ?! Um forte abraço

  3. No ano passado escrevi a poesia Cessar-fogo ( http://panografia.blogspot.com.br/2015/04/cessar-fogo.html ) Quantos Aylan's precisarão morrerem ainda ?!!

  4. E.P. GHERAMER disse:

    Grande Poeta e Cantor!
    Parabéns e deixo um grande abraço!

  5. Obrigado E.P Gheramer pela gentileza do comentário… um forte abraço meu amigo !

Seu comentário é sempre bem-vindo, Amigo... obrigado !

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: