Édipo

Édipo
Me esquivo do equívoco,
da malícia que alicia lícita e lúcida.
Ali seria  o enigma,
para os dignos de paradigmas:
vômitos de esfinge.
Ora, se o oráculo secretar
os segredos sagrados da humanidade,
por unanimidade,
prostraríamos de quatro
e jamais de dois ou três andaríamos.
Quando o calor calar a frialdade da alma,
calar o distúrbio
[ que diz dúbio sem dizer nada ]
andaremos de dois à dois,
e quem sabe mais tarde
um ménage à trois com a bengala.

Você pode gostar...

Seu comentário é sempre bem-vindo, Amigo... obrigado !

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: