Man nino

 Man Nino

.

Quando te dou um mimo menino

Pequenino como cereja, que seja

Não espero que entenda, entenda

Que o amor quando é puro, alveja

 .

Este mimo que te faço, eu acho

Vem mais do alto, coisa de Deus

Dá-se um toque no coração teu

Busco em ti a criança adulterada

 .

Um adulto é criança que cresceu

Que por vezes escasso esqueceu

Com sua razão se arma ao toque

Com quatro pedras no bodoque

 .

Põe sorrisos no rosto com gosto

Pois se eu tirar o cê do coração

Vai estar além da prece menino

Adultos são dignos de compaixão

.

Autor: Sandro Ernesto 15/06/2013

Você pode gostar...

14 Resultados

  1. Sandro,
    Emocionante e, intenso.

    Parabéns.

    Ana

  2. Obrigado Ana pelo comentário … um grande abraço !

  3. Sônia Rubim disse:

    “Põe sorrisos no rosto com gosto
    Pois se eu tirar o cê do coração
    vai estar além da prece menino
    Adultos são dignos de compaixão ”

  4. Sônia Rubim disse:

    Lindo e profundo! !

  5. Luna disse:

    Maravilhoso, profundo, lindo simplesmente!
    Amei querido poeta!

    Luna

  6. Realmente, adultos são dignos de compaixão…

    • panografias disse:

      Olá Cristileine… digamos que esta poesia é uma resenha da dedicatória de Saint-Exupery à LÉON WERTH no livro “O Pequeno Príncipe” : “…Todas as pessoas grandes foram um dia crianças (mas poucas se lembram disso)”. Obrigado pela visita e comentário minha cara amiga… beijo no coração!

  7. Rita Cidreira disse:

    Oi Sandro!
    Maravilha!!
    Abraço

    • panografias disse:

      Olá minha querida amiga… maravilha é tua presença e comentário sempre tão carinhosos. Deixo aqui minha gratidão na forma de um beijo no coração! Obrigado

Seu comentário é sempre bem-vindo, Amigo... obrigado !

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: